Soraia Couto fala de "Almas Condenadas"

"Ao todo, foram 7 anos a desenvolver a obra."

Olá, Soraia

Antes demais os nossos parabéns pela vitória nos Prémios Literários referente à Categoria Suspense/Triller. Vamos saber mais sobre esta obra…


Antes de tudo, “Almas Condenadas”, de onde surgiu o título?

O título surgiu de uma forma bem inesperada e já só quando estava para terminar a história. Apareceu através de uma compilação de palavras que criei que descreviam a história. É uma espécie de metáfora sobre as personagens visto que as suas almas estão condenadas a diversos fatores.


Defina “Almas Condenadas” numa palavra.

Misterioso.


Qual foi a duração do processo desta história?

Ao todo, foram 7 anos a desenvolver a obra, mas só a levei mais a sério nos últimos 2-3. Isto porque criei a história quando tinha catorze anos e desde então houve tantas desistências e retomas, mudança de personagens e enredos e crescimento pessoal que a verdadeira história só apareceu nos meus dezanove.


"Contudo, gostava muito de a conseguir publicar no ano que vem."

Alguma das personagens tem o seu reflexo presente?

Diria que a Katniss e até, de certa forma, o Caleb, as personagens principais, tem um pouquinho de mim na sua forma de ser e pensar.


Se fosse hoje, mudaria alguma coisa na história?

Não, depois de tanto tempo a alterá-la de todas as formas e feitios chegou a altura de a dar por terminado.


A continuação de “Almas Condenadas” está para breve?

Neste momento não consigo dar uma data em concreto. Contudo, gostava muito de a conseguir publicar no ano que vem.


"Sem vocês, Almas Condenadas não tinha chegado até aqui."

Como se sente ao se dar conta do carinho que recebeu dos leitores?

Estou de coração cheio - a transbordar! É sempre tão bom saber o quanto a obra significou, e ainda significa, para os leitores.


Qual foi a sensação de ver a sua obra como uma das sugestões dos leitores para participar nos nossos prémios?

Foi uma verdadeira surpresa e fiquei tão contente, não estava à espera!


O que sentiu quando soube que “Almas Condenadas” tinha sido a obra vencedora na Categoria Suspense/Triller?

Fiquei radiante e completamente inacreditada!


O que gostava de dizer aos leitores que acompanham o seu trabalho?

Que agradeço todo o apoio, todo o carinho, todas as mensagens que tenho recebido ao longo deste percurso. Sem vocês, Almas Condenadas não tinha chegado até aqui, vocês são sem dúvida uma grande motivação para continuar a escrever e trazer mais histórias cá para fora. Muito obrigada!


Muito obrigada, Cristina “Entre Palavras”

Deixo aqui também o meu grande agradecimento por esta iniciativa e pelo vosso apoio aos autores portugueses.


Obrigada!


Obra Vencedora:


33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo