Elisabete Pinho fala da obra "Depois do Fim".

"Quando regressei a Portugal o texto de uma página começou a crescer e assim nasceu o Depois do Fim."

Olá, Elisabete

Antes demais os nossos parabéns pela vitória nos Prémios Literários referente à Categoria Romance, assim como, Autora Revelação. Vamos saber mais sobre esta obra…


Para começar, de onde surgiu a ideia para esta história?

A ideia desta obra surgiu durante a viagem entre Auschwitz e o hotel onde estava hospedada, em Cracóvia.

Um acontecimento real, que me teve por protagonista na câmara de gás, sensibilizou-me de tal forma que quando cheguei ao hotel registei-o em texto.

Quando regressei a Portugal o texto de uma página começou a crescer e assim nasceu o Depois do Fim.


O nome da protagonista foi escolhido por a mesma ter parecenças com a Elisabete?

Durante a visita ao campo de concentração vi numa das salas uma mala com o nome "Elizabeth", mala essa que pertencera a uma residente daquele campo. Quando comecei a escrever a história do Henrique precisava de um nome para a personagem feminina e achei que Elisabete encaixava na perfeição.


Quanto tempo demorou todo o processo criativo da obra?

O manuscrito em si demorou uns 3 meses, sendo que metade do livro escrevi de forma quase compulsiva em 2/3 semanas.


"Mas o que a torna ainda mais especial é o facto de o "modelo" ser o meu filho."

Existe algo que mudaria na história?

Sou um pouco insatisfeita e exigente comigo, por isso é provável que alterasse alguma coisa.


O quanto a capa do livro “Depois do Fim” é especial para si?

A capa de um livro, para mim, tem de reunir elementos da história. Por isso a construção da capa (juntamente com o Luís, um fotógrafo meu amigo) do Depois do Fim foi desafio e ficou tal como tinha idealizado.

Mas o que a torna ainda mais especial é o facto de o "modelo" ser o meu filho.


O que sentiu quando a obra começou a chegar e a conquistar os leitores?

É muito, muito bom saber que gostaram tanto e que consegui, mais do que transmitir uma história, transmitir emoções.


Como se sentiu ao ver a sua obra sugerida pelos leitores para os nossos Prémios Literários?

Fiquei muito contente, mas depois veio aquela sensação de "não sei se será para mim".


"A vida é uma espiral de fins e recomeços"

Como foi receber a notícia que tinha sido “Depois do Fim” a obra vencedora na categoria Romance?

Foi uma surpresa, julgo que o meu coração parou de bater por segundos.


Existe algum projecto agregado à obra?

Projetos relacionados com este livro não tenho, mas posso partilhar um segredo (que vai deixar de o ser) tenho um próximo livro prestes a ver a luz do dia.


Qual a sensação de receber também o Prémio de Autora Revelação?

Ah....Foi a cereja no topo do bolo.


O que diria aos seus leitores?

"A vida é uma espiral de fins e recomeços".


Muito obrigada, Cristina “Entre Palavras”


Obrigada Entre Palavras.


Obra Vencedora na Categoria Romance


13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo