Alexandra Cruz - Para si a escrita é... Uma boa forma de poder libertar toda a ansiedade e o stress!

"O meu maior sonho seria ter uma casa e o quintal ser a praia!"


Olá Alexandra!

Antes de mais é com gratidão que tenha aceite o nosso convite para esta entrevista. Vamos lá…


Quem é a Alexandra Cruz?

Sou uma mulher de 28 anos, que publicou o seu primeiro livro quando tinha 23 anos. Adora o mar, o verão e a praia. O meu maior sonho seria ter uma casa e o quintal ser a praia! Adoro conhecer novos lugares, adoro viajar (menos a parte em que enjoo na viagem!).

Adoro conhecer novas pessoas e normalmente dou logo a confiança, mas quando a quebram, já não há nada a fazer!


Em que momento da sua vida descobriu o gosto pela escrita?

Sempre tive o gosto pela escrita, mas após ver Crepúsculo a febre das fanfics começou e eu também escrevi algumas! Depois surgiu ideias para livros com outras histórias que ainda estão na gaveta, mas de uma dessas ideias nasceu o “Sou Tua”.


Sempre teve a vontade de ser escritora?

Sempre gostei de escrever, mas nunca pensei em publicar um livro. Só quando escrevi o “Sou Tua” é que tive a vontade de o publicar. Mas a ideia de o publicar veio através da minha melhor amiga.


"Saber que eles esperam todos os dias pela continuação é muito bom e sinto-me muito apoiada!"

No momento de enfrentar uma página em branco como se sente?

Muito frustrada. Porque muitas das vezes tenho a ideia na cabeça, mas não sei como coloca-la em papel. Ou muitas das vezes não gosto de como ficou escrito.


De onde surge a sua inspiração? O que a move?

A inspiração vem principalmente do apoio dos meus leitores! Saber que eles esperam todos os dias pela continuação é muito bom e sinto-me muito apoiada! Escrevo principalmente para eles!


“Sou Tua” é um romance erótico. Como é escrever esse género visto que em Portugal é desvalorizado quando escrito por uma mulher?

Acho que tudo o que é escrito por um português é bom. Seja que género for. Romances são o meu género favorito. E acho que devemos apoiar mais autores desconhecidos, principalmente as mulheres.


"Andei muito desmotivada, até que decidi voltar a pegar no livro e escrevê-lo."

Lançou “Sou Tua” em 2017, no entanto, a continuação ainda está a escrever, foi sua decisão esta pausa entre um e outro?

Comecei a escrever a continuação imediatamente após a publicação do primeiro, mas as coisas não correram como eu pensei. Por publicar numa editora vanity, não tive as mesmas oportunidades que alguém que tenha publicado numa editora tradicional. Infelizmente as coisas em Portugal são assim. Andei muito desmotivada, até que decidi voltar a pegar no livro e escrevê-lo.


Quanto tempo levou a escrever este livro?

Demorei mais ou menos 2 anos a ter tudo pronto. Escrita, revisão, reescrever alguns capítulos, mudar algumas coisas…


Para quando podemos esperar a continuação?

Eu gostava muito de poder publicar dentro de 2 anos, mais ou menos. Mas não posso prever datas!


"No livro vemos uma Anna que luta pelo seu casamento custa o que custar e eu também sou um pouco assim!"

Formou-se em receção hoteleira, consegue conciliar as duas áreas?

Neste momento não trabalho em recepção hoteleira, mas consigo facilmente conciliar o meu trabalho atual com a escrita do livro e divulgação do primeiro.


Se pudesse definir numa palavra este livro, qual seria?

Vibrante!


O quanto de si diria que está representado na sua história?

Revejo-me muito na Anna, por ela ser forte, lutadora e não desistir do que ela acredita e quer para a sua vida. No livro vemos uma Anna que luta pelo seu casamento custa o que custar e eu também sou um pouco assim! Luto pelo que quero!


"Existe outros livros que eu gostava imenso de publicar."

Fale um pouco sobre o “Sou Tua”.

Este livro fala sobre erros, perdão e amor. Anna e Mike são casados e passam por uma situação traumática no seu casamento o que os faz afastar. Anna como está mais fragilizada, acaba por trair o marido com o seu melhor amigo. Quando Mike descobre o caldo entorna e pede o divórcio. Como a Anna o ama imenso, não o quer deixar. Faz de tudo para reconquistar o marido. O que este livro tem de diferente dos outros é que o livro começa já com eles casados. Acho que a história torna-se mais especial, por ser assim.


Existe mais algum projeto que esteja a pensar em realizar?

Existe outros livros que eu gostava imenso de publicar, com histórias e personagens diferentes destas.


Que géneros literários gostava de explorar enquanto escritora?

Sinto-me muito confortável em escrever romances, mas gostava de poder escrever um policial!


"Poder ter livros de autores portugueses nas primeiras estantes de uma livraria."

Como vê o processo editorial em Portugal?

Muito ingrato. Não dão muitas oportunidades aos escritores portugueses e os que têm oportunidades, têm de fazer toda a publicidade, venda, etc. Quem publica em editoras vanity (como no meu caso) somos obrigados a pagar para publicar, o que acho injusto. Só temos lucro quando vendemos livros, mas muitas vezes recebemos pedidos de livros grátis e não podemos estar constantemente a dar. Senão, não conseguimos lucro. Além disso não temos os nossos livros expostos em livrarias físicas, apenas em livrarias online, o que não nos favorece muito.


O que acha na sua opinião que devia ser feito em Portugal para atrair mais leitores e de alguma forma promover mais os autores nacionais?

Para começar acho que devíamos poder apostar mais em autores portugueses. Poder publicar as suas histórias. Poder ter livros de autores portugueses nas primeiras estantes de uma livraria. O que vemos maioritariamente são livros de escritores estrangeiros e/ou autores nacionais, mas conhecidos (Cristina Ferreira, Rodrigo Guedes de Carvalho, Raul Minh´alma, etc). Não desvalorizando quem é escritor, mas por vezes os mais pequenos também têm histórias bonitas.


As redes socias na sua opinião são uma boa forma de promover o seu trabalho?

Sem dúvida que sim. Vendi uma boa parte dos meus livros através das redes sociais.


"Gostava de poder trabalhar/publicar numa editora tradicional."

Tem alguma “condição” especifica para com os seus livros?

Neste livro que publiquei a foto da capa foi a melhor que me arranjaram, mas gostava de poder mudar. Gosto que a capa demonstre a essência do seu interior. E esta capa mostra um personagem um pouco inseguro, mas ao mesmo tempo tenta mostrar que ainda está no comando, mesmo que a sua vida pessoal esteja a desmoronar. Gostava que não tivesse erros ortográficos, mas erros todos os livros têm. Inclusive os traduzidos.


O que espera daqui para a frente enquanto escritora?

Primeiro gostava de poder trabalhar/publicar numa editora tradicional e adorava mesmo poder tornar o meu livro num best-seller mundial!


Gostava de se internacionalizar?

Sem dúvida que sim! Seria um “dream come true”!


"Prefiro escrever no quarto e tento com que não haja muito ruído."

Para si a escrita é…

Uma boa forma de poder libertar toda a ansiedade e o stress! E poder viajar pelo mundo da fantasia e do amor.


Qual(quais) são os seus livros favoritos?

Os livros da E.L. James foram o que me motivaram a escrever “Sou Tua”. Adoro os livros da Sylvia Day, Vi Keeland. Também gosto de Colleen Hoover, apesar de chorar baba e ranho com os seus livros! Sylvain Reynard também é um dos meus escritores favoritos. Também li alguns livros portugueses (romances eróticos), escrito por mulheres, dos quais gostei imenso, mas o meu preferido é #O mundo proibido de Daniel V.”


Em que horas do dia escreve? Tem algum lugar preferido? Prefere estar só no seu espaço, ou pode existir ruído?

Gosto mais de escrever à noite, tenho mais ideias. Prefiro escrever no quarto e tento com que não haja muito ruído. Apenas a televisão ligada e não pode estar com o som muito alto.


"Não percas o foco e mantém os pés bem assentes na terra."

Quais são os seus hobbies?

Gosto de ler, ver filmes/séries, gosto de fazer caminhadas pela beira mar e sair com amigos.


Deixe uma mensagem para quem quer entrar neste mundo da escrita:

Opta sempre por editoras tradicionais, mas se não conseguires, não tenhas medo de tentar por editoras vanity! O máximo que te podem fazer é dar visibilidade, que é isso que precisas. Mas o mais importante (e é algo que prometi a mim mesma) é: não percas o foco e mantém os pés bem assentes na terra. Lembra-te sempre de onde vieste!


"Chegar até aqui só foi possível por vossa causa!"

Deixe uma mensagem para quem a acompanha:

Chegar até aqui só foi possível por vossa causa! Se me dissessem há dois anos que ia estar a vender livros, criar novas histórias, fazer entrevistas, finalmente perder a vergonha e fazer reels!, diria que estava muito bêbeda (risos).


Deixe uma mensagem sobre o seu novo livro:

O novo livro tem como título “Ainda Tua” e neste livro vemos um Mike e Anna mais próximos. Estão a perdoar-se mutuamente e a amar-se cada vez mais! Mas, infelizmente, o passado volta para os atormentar, trazendo velhas memórias. Por mais que tentem afastar-se de John, sabem que não o podem fazer, porque algo de muito mau poderá acontecer-lhe.


Muito obrigada, “Entre Palavras”



A obra da Autora:



23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo